31 de agosto de 2009


Baixar:
♪♫Chicas - Felicidade♪♫

Foto: algum lugar do Rio de Janeiro




         E entre os atropelos do dia-a-dia a gente se depara com objetos luminosos que explicam quase que instantaneamente qual e tal motivo do viver ser bom.
         Uma leveza estampada no sorriso. Um olhar maliciosamente cheio de paz. Um movimento brusco cheio de segurança de quem sabe a que veio. Nada de parecer diferente, melhor ou mais bonita. Só vaporoso por trazer uma espontaneidade rara de quem não quer impressionar ninguém. Bom ver que coisas velhas mesmo mudando ainda conservam o motivo inicial de ser lembrado.

Pira, querida e agora gira.

Dentro das rodas o processo é sempre o mesmo.

Gira, pira e fica tonto.

Recobra a lucidez e o pequeno equilíbrio

Agora fica tonto, pira e gira.

Tudo de novo.

Tudo de velho.

Não se preocupe com a ordem, pois tudo se mistura com o tempo.

Olha, congela e conserva.

Tenha a certeza que precisa e debulha outra vez.

Conserva, congela e olhe mais uma ocasião.

Vai passar e nem vai se lembrar.

Vais passar e nem vão se lembrar.

Quebra, disfarça e corre.

Agora volte a mesmo lugar e sinta-se péssima.

Corre, disfarça e quebra o clima ruim no ar...

Aquela saudade vai voltar a pulsar, mas às vezes é bom pra lembrar que se está vivo.

__________________________________________________________________
         Tenho me dedicado a uma história que vem tomando meu tempo físico e mental, então acabei por me afastar um pouco daqui... Logo estarei mais ativa e se tudo der certo apresento-lhes a tal história.

Por Laila Braga 19:40

|








0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link